A Igreja Matriz Nossa Senhora do Monte Serrat realizou na noite de ontem (18), às 19 horas e 30 min, a Missa da Ceia do Senhor com a presença de nossa comunidade católica a celebração que relembra eventos como a última ceia do Nosso Senhor Jesus Cristo, a instituição da Eucaristia, a tradicional cerimônia do lava-pés e a vigília com os apóstolos no monte Getsêmani.

MISSA DA CEIA DO SENHOR

É a missa em que se celebra a última ceia de Jesus com seus apóstolos e também quando Ele instituiu a Santa Eucaristia. No início da noite da primeira Quinta-feira Santa, Jesus quis comer a ceia pascal com seus discípulos; deu também, como Mestre, um exemplo belíssimo de humildade lavando-lhes os pés. Foi durante esta refeição que Nosso Senhor Jesus Cristo instituiu seu próprio memorial, a sagrada Eucaristia!
O evangelista João relata o último discurso de Jesus em que Ele diz: “Desejei ardentemente comer esta refeição pascal convosco”. Nesse dizer de nosso Senhor há uma profunda alegria, já que entre os judeus a ceia da Páscoa era sempre esperada como uma hora de grande alegria, pois eles relembravam a saída do povo judeu do Egito, lugar de escravidão e morte.

O LAVA-PÉS

O Evangelho desta missa (Jo 13,1-15) nos relata o lava-pés dos discípulos. Este Evangelho nos mostra o tema do amor fraterno, intimamente ligado à Eucaristia, pois ela é o “sacramento do amor”. Celebrar o sacrifício da missa é nos comprometer com o amor e o serviço aos irmãos. É seguir a doutrina de amor que Cristo nos ensinou. O gesto de Jesus ao lavar os pés dos discípulos, os espantou. O Mestre lavando os nossos pés? Como pode ser isso? Mas Jesus realiza com este gesto uma lição de amor e de serviço: “Eu não vim ao mundo para ser servido, mas para servir! Vendo o espanto dos discípulos, nosso Senhor diz: “Dei-vos o exemplo para que, como eu vos fiz, também vós o façais”.
Nesta missa, evocando este gesto de Jesus, doze pessoas são escolhidas para representar os apóstolos. São colocadas à vista de todos no presbitério e o presidente da celebração, usando um avental, pega uma toalha, derrama água e lava os pés de cada um dos representantes dos apóstolos. Depois os enxuga. Durante esta cerimônia o grupo de canto entoa alguns cantos tradicionais que evocam o momento em que o Mestre lava os pés de seus apóstolos. Nesses cantos é comum aparecer as seguintes palavras proferidas por Cristo: “Eis que eu vos dou um novo mandamento, deixo, ao partir, nova lei: que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei”.

 

VIGÍLIA APÓS A MISSA

Ao final da Missa em proposição até Capela,  fomos convidados a continuar em adoração a Jesus Eucarístico por um determinado tempo que, foi  até a meia-noite. É o que chamamos de vigília eucarística. Ela tem por finalidade evocar a própria vigília de Cristo no jardim do Getsêmani, onde Jesus foi tomado de grande tristeza diante do sofrimento que passaria: “Ó Pai se for possível afaste de mim este cálice, mas que não se faça a minha vontade e sim a tua”. Lembremos aqui as palavras de Jesus que convida os três discípulos a vigiar e orar com Ele… Quando volta, encontra os três dormindo… Como?… “Não fostes capazes de vigiar comigo por uma hora!” (Mt 26, 38.40).

Fotos Missa da Ceia do Senhor

A Vigília Continuou hoje (19) pela manhã até as 12h.

Hoje (19) , não temos missa

15 horas – Celebração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo
19 horas – Via Sacra e Proposição do Senhor Morto

Fotos Anderson Carvalho e Rita de Cassia